COMPARTILHAR
Inicio Dicioporto Oração do Pot...

Oração do Potro por Carmen Bernos de Gasztold

Oração do Potro por Carmen Bernos de Gasztold

0
258

Senhor! A erva está tão tenrinha!
Os meus cascos estão cheios de saltos.
Então
porquê este temor dentro de mim?
Corro
e a minha crina apanha o vento.
Corro
e caio sobre os meus próprios pés cheio de alegria,
porque os meus olhos são muito grandes
e eu sou prisioneiro deles:
olhos muito rápidos para agarrar
a inquietação que atravessa o mundo inteiro.
Bom Deus,
quando a estranha noite
se aproximar ao fim do dia,
comove-te com o meu lamento;
põe uma estrela a vigiar-me
e silencia o meu medo.

Ámen

Tradução de PML

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here