305
0
COMPARTILHAR

O

O

0
305

O O espantava-se com tudo ou, pelo menos, fazia como se… Perante a rotunda doçura do seu constante pasmar, era difícil decidir se ele mostrava pura estupefacção ou se exagerava para dar graxa, causar agrado, engatar e… fazer jus à sua circular reputação. O que é certo é que o terno pasmadinho era tido em alta conta pela alta roda. Versejava a seco apoiado pelo H. Carpia distintas mágoas encostado ao D. Dava longos passeios com o S se acaso a solidão lhe pesava; por vezes, ambos se juntavam ao L e brilhavam em sociedade. O O coleccionava palavras onde reinava como vogal única para uma poetisa gorda. Tais como: osso, ovo, povo, mocho, roxo, dono, bobo, colo, lobo, copo, olho, polvo, soco, corpo, jogo, corno, choro.

Por Regina Guimarães in Abecedário Abetardário

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here