COMPARTILHAR

Lixeiro

Lixeiro

0
214

1.
LIXEIRO

Pendurado num camião do
lixo atravessas a cidade

de bairro em bairro de rua
em rua de beco em beco

com as luvas de proteção e
colete fluorescente.   Conheces

como ninguém o cheiro
a azedo e vomitado…

Não te surpreendas se um dia
destes descobrires um coração

ainda a sangrar embrulhado
num saco de supermercado

Jorge Sousa Braga in O poeta nu [poesia reunida], Assírio & Alvim, 2.ª edição, abril de 2014, página 263

*

2.
Encostado à parede
come uma fatia da manhã

Para não te incomodar
desvia o olhar

por PML

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here