ATM

/ 1801 leituras
O MOÇO deixa-se cair pesadamente no único lugar livre e dá u...

12 aforismos

/ 1747 leituras
1. A minha mulher mandou colocar um extintor no nosso quarto...

O meu Mercado da Beira-Rio

/ 1604 leituras
LÁ consegui pegar no sono, mas acordei pouco depois estendid...

A loja de cima

/ 1406 leituras
ÀS vezes, quando o meu pai regressa do trabalho, manda-me ir...

Na casa da minha avó

/ 1776 leituras
DEPOIS do colégio (que fica lá em cima, no pequeno planalto ...

Paralisia do sonho

/ 909 leituras
ACABEI por adormecer. No centro do meu sonho, uma dessas mul...

O Caça-Balões

/ 383 leituras
Texto de Pedro Amaral

A Terinha

/ 874 leituras
DISSE-VOS que já não vivia ninguém na Viela dos Gatos (excep...

M.A.P.A.

/ 1656 leituras
EM frente ao espelho da casa de banho, arregalo os dentes e ...

Meio

/ 968 leituras
TENHO um colega que é todo meias medidas: é um tipo de meias...

“Adenda ao Terceiro Segredo de Fátima”

/ 1576 leituras
I A IRMÃ dormiu durante quase toda a viagem do convento ao ...

O Bernardino

/ 1272 leituras
ENTREI na padaria do Bernardino que ocupava uma das lojas ex...

A senhora-iuca

/ 402 leituras
Estamos num deserto táctil causado por um bicho invisível e temos que manter a distância para bem de todos.