Sol

/ 821 leituras
Hoy mi amigo el sol se durmió entre las islas y se tapó co...

Vēzis vientuļnieks

/ 788 leituras
LATVIAN: "Vēzis vientuļnieks piederības, saderības, iederība...

Triângulo amoroso

/ 1010 leituras
É um triângulo amoroso perfeito, tudo bem camuflado "ELE";...

Piracema

/ 829 leituras
Ao ver peixes saltando, para atingir a parte de cima do sal...

Novos percursos

/ 825 leituras
Novos percursos Caminhos de recursos Para refugiada vida ...

Mundo enfadonho

/ 827 leituras
Vejo em um mundo enfadonho O pensamento fluindo: A realida...

O agricultor

/ 722 leituras
Com as mãos o agricultor Planta os sonhos de criança Para ...

A infância

/ 888 leituras
a infância se foi, mas o aroma dos caquis ficou em Lisboa ...

Os lírios

/ 763 leituras
os lírios tão doces... e se as pétalas não fossem de açúca...

Redemoinho

/ 831 leituras
acorda, Diolinda, probatente sem pente nem dente não tem...

Inventário

/ 839 leituras
Quatro gatos - logo será um Cachorro. Três peixes - foram ma...

Menino-bicho

/ 854 leituras
Ah, menino sério! Ah, menino moleque! Ah, homem de tantas ...

(R)existir

/ 877 leituras
Formiga trabalha, mas não tem utopia: bicho pensante sonha!...

Ouvi um grito lá fora

/ 763 leituras
Ouvi um grito lá fora. Acho que foi meu coração. Corro. Me...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Jorge Nuno Pinto da Costa (1937)

PARA o FC Porto, terminar imediatamente o campeonato até podia ser positivo, tanto ao nível desportivo como financeiro.

Rua da Estrada da Paragem

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 836 leituras
As árvores de Natal já nascem iluminadas?