A adivinha

/ 533 leituras
Eu disse uma adivinha: O que dá leite? Ouviu- -se mugir lá...

Saudade por Regina Ruth Rincon Caires

/ 488 leituras
Com passos trôpegos, caminha pela areia. Fora levada a conhe...

O esgosto

/ 488 leituras
Um menino foi passear, caiu no esgoto e conheceu o João......

O meu irmão

/ 488 leituras
Fui à praia com o meu irmão, ele gosta de conduzir depress...

A minha caligrafia (I)

/ 540 leituras
Eu tentei melhorar a minha caligrafia e cada vez ia ficand...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Bragança Fernandes (1948)

O seu (José Vieira de Carvalho) maior orgulho era a Maia. A Maia que ele sonhou, que ele conquistou, e que irrompeu das suas fronteiras em direcção ao cume dos Municípios. Viveu pela Maia e pela Maia morreu. 

Rua da Estrada de Arbo

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 1529 leituras
A quantos decibéis pulsa um coração apaixonado?