A Velhice

/ 447 leituras
- Estou exausta. Custa-me subir os degraus da vida... Era ...

A vida da fonte de vida

/ 443 leituras
Órgão de muitas pessoas, Nasce, se solta e nada sozinho, E...

O sono

/ 434 leituras
O Zé trabalhava nas montanhas e estava com sono... mas qua...

O pneu da bicicleta

/ 433 leituras
O João e o Francisco foram andar de bici- cleta pela flore...

Sonho

/ 428 leituras
Correr atrás do mundo é muito mais que uma simples corrida...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Bragança Fernandes (1948)

O seu (José Vieira de Carvalho) maior orgulho era a Maia. A Maia que ele sonhou, que ele conquistou, e que irrompeu das suas fronteiras em direcção ao cume dos Municípios. Viveu pela Maia e pela Maia morreu. 

Rua da Estrada de Arbo

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 750 leituras
Chegaremos aos quatrocentos?