Sem título por Susana Bravo

/ 826 leituras
Por Susana Bravo em exposição na Agitarte – Exposição de Art...

Percursos Azulares por Marta de Aguiar

/ 812 leituras
Por Marta de Aguiar em exposição na Agitarte – Exposição de ...

Êxtase

/ 697 leituras
Por Alvarenga Marques em exposição na Agitarte – Exposição d...

A anfitriã (A Raposinha Gaiteira)

/ 722 leituras
Por Miriam Rodrigues em exposição até ao dia 30 de setembro ...

Kerouac por David Vela

/ 942 leituras
Mi Kerouac premiado con una Mención Honorífica en el prestig...

La estupidez humana em todo su furor!!!!

/ 728 leituras
Publicado por Raúl Zuleta

Tools (Worthless) by Horst Tress (V)

/ 657 leituras
HORST Tress nasceu em Lindenthal , na Colónia, Alemanha. É p...

Feliz Ano Novo

/ 1064 leituras
Feliz Ano Novo + Feliz Año Nuevo + Happy New Year + Glücklic...

É teu o meu jardim por Isabel de Andrade

/ 551 leituras
Por  Isabel Andrade em exposição na Agitarte – Exposição de ...

Sem título Maria da Paz Amorim

/ 848 leituras
Por Maria Paz Amorim em exposição na Agitarte – Exposição de...

A princesa do Conde de Paris (O Conde de Paris)

/ 838 leituras
Por Carla Faro Barros em exposição até ao dia 30 de setembro...

Sem título por Henrique do Vale

/ 532 leituras
Por Henrique do Vale em exposição na Agitarte – Exposição de...

A Fada Oriana

/ 1018 leituras
Por Sandra Nascimento.

Cálice por Céu Costa

/ 517 leituras
Por Céu Costa em exposição na Agitarte – Exposição de Arte S...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Bragança Fernandes (1948)

O seu (José Vieira de Carvalho) maior orgulho era a Maia. A Maia que ele sonhou, que ele conquistou, e que irrompeu das suas fronteiras em direcção ao cume dos Municípios. Viveu pela Maia e pela Maia morreu. 

Rua da Estrada de Arbo

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 1529 leituras
A quantos decibéis pulsa um coração apaixonado?