A Lenda do Marco de Canaveses

/ 1125 leituras
CONSTA que o nome “Marco de Canaveses” surgiu quando um dia a Rainha D. Mafalda passou pelas obras da ponte que mandou construir. Com muita sede, pediu água aos pedreiros que ali trabalhavam...

Paula Freitas, 43 anos

/ 2105 leituras
PAULA Freitas é docente da disciplina de Endocrinologia da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP) e é a investigadora principal de um trabalho científico na área do síndrome d...

Luís Casimiro, 50 anos

/ 987 leituras
LUÍS Alberto Casimiro é natural de Vilar Formoso, na Guarda. Frequentou o 4º ano do curso de Engenharia Electrotécnica e de Computadores na Faculdade de Engenharia da U.Porto, acabando por p...

João Bacelar de Vasconcelos, 32 anos

/ 626 leituras
A LUZ fez-se na margem do lago Titicaca. A sua vida só faria sentido se ele fizesse algo de excepcional. Aos estudos de Economia, feitos entre Braga e a Florida, juntou seis anos na escola S...

Daniel Sá, 35 anos

/ 981 leituras
DANIEL Sá, 35 anos, é o director do IPAM do Porto e de Aveiro, onde é responsável por mais de 70 professores e 1 100 estudantes. Não foi na escola que aprendeu a liderar e a ter espírito de ...

Patrícia Lino, 20 anos

/ 1019 leituras
PATRÍCIA Lino é estudante de Línguas, Literaturas e Culturas - Variante Português/Línguas Clássica, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP), e é a impulsionadora do Projecto C...

Cristina Santos, 38 anos

/ 672 leituras
CRISTINA Santos, docente e investigadora da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FMUP), criou uma nova medida de discordância que ultrapassa algumas limitações comuns às ferrament...

Diana Coelho, 17 anos

/ 646 leituras
PODERIA ter sido apenas um mero acidente, sem grandes consequências. Um acidente igual a tantos e tantos outros que acontecem, fruto da irrequietude e força de ser criança. Quis o destino, p...

José Augusto Silva

/ 761 leituras
JOSÉ Augusto Silva, 41 anos, é o director geral e maior accionista da Seara.com, que concebeu e mantém os sites de companhias como a Galp, Sonae, Unicer, Ikea, Rar, Serralves, Auto-Sueco, ou...

Carolina Lemos, 31 anos

/ 1354 leituras
DOUTORADA pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), na área das Ciências Biomédicas, e licenciada em Biologia pela Faculdade de Ciências da U.Porto (em 2002), esta investig...

José Gomes Ferreira: a juventude aos 110 anos

/ 1894 leituras
«PARECE que faz parte das leis da literatura alguns grandes autores terem de passar por um período de imersão, não sei em que águas paradas, para ganharem lá no fundo os louros, co...

Pedro Beja, 44 anos

/ 868 leituras
PEDRO Beja acaba de ter uma "experiência única e inesquecível": trabalhar na amazónia brasileira, "um lugar de eleição para qualquer biólogo", reconhece, não só pela beleza natural, mas tamb...

Dino dos Santos – As letras não nasceram desenhadas!

/ 1752 leituras
DINO dos Santos nasceu em 1971 no Porto e foi aqui que se licenciou em Design e Comunicação Visual (ESAD) em 1994. Facilmente percebeu que o design gráfico era, já na altura, uma área satura...

Mariana Serra, 15 anos

/ 950 leituras
MARIANA Serra é campeã nacional de tiro aos pratos com apenas 15 anos. A jovem é natural da Trofa e deseja trazer mais títulos para o concelho. Deu o primeiro tiro aos 13 anos, mas desde que...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Eduardo Vítor Rodrigues (1971)

NÃO vamos licenciar novas construções. Vamos legalizar casas e empresas com histórico. São empresas consolidadas no território e também é uma forma de evitar que, por falta de uma licença, possam decidir abandonar Gaia e estabelecer-se em concelhos vizinhos, retirando de cá postos de trabalho.

Rua da Estrada do Futuro

ADIVINHAR o futuro ainda é para muitos uma espécie de bruxedo do antigamente. Consultava-se o mediador comunicante com o insondável para que ele nos antecipasse os nossos medos e esperanças; jogavam-se os dados e as cartas, observava-se o voo das aves, ouvia-se a voz da vidente, do oráculo, da sacerdotisa ou do feiticeiro em busca de interpretações, de enigmas premonitórios que sugeriam isto ou aquilo. O futuro é um tempo problemático. Cronos, o deus grego, tanto era entendido como uma divindade do tempo cíclico das colheitas – por isso era representado com uma gadanha que depois passou a s...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 377 leituras
Bater no ceguinho dá cadeia?