Vinho

/ 521 leituras
8. O vinho é ruim conselheiro. O vinho transforma fraqueza...

Vício

/ 26 leituras
O vício é cego a madrugadas de invernia. Francisco Duarte...

V

/ 167 leituras
O V trocava-se todo pelo B. Aquele par de pulmões, julgava e...

Viajar

/ 458 leituras
viajar é quase sempre partir para ficar Por João Manuel R...

Velhice

/ 255 leituras
A velhice só faz crescer as orelhas dos homens, tudo o resto...

Vivo

/ 612 leituras
1. Estarei vivo enquanto assim me guardar teu coração. ...

Ventela

/ 839 leituras
1. AS ”ventelas” eram feitas de cascas de eucalipto (dois...

Veado

/ 408 leituras
Pequena árvore andante. Por Francisco Duarte Mangas, in O...

Vespa

/ 416 leituras
Uma abelha que não aprendeu a ser doce.   P...

Vento

/ 409 leituras
O vento é o cavalo do céu Por Luís Veiga Leitão, in A bic...

Verso

/ 399 leituras
Poluída e rútila é a beleza de um verso   Por ...

Vírgula

/ 427 leituras
A vírgula é o silêncio que se escuta, entre o ruído surdo da...

Vapor

/ 424 leituras
1. A água também transpira.   Por João Pedro M...

Veneza

/ 417 leituras
1. Cidade para onde são exiladas as águas que enlouquecem...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Jorge Nuno Pinto da Costa (1937)

PARA o FC Porto, terminar imediatamente o campeonato até podia ser positivo, tanto ao nível desportivo como financeiro.

Rua da Estrada da Paragem

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 840 leituras
As árvores de Natal já nascem iluminadas?