R

/ 1083 leituras
O R, de origem obscura e plebeia, fora ensinado a ronronar e...

Riso

/ 746 leituras
e a luz do teu riso é um seixo que flutua.   Por ...

Oração do rato por Carmen Bernos de Gasztold

/ 371 leituras
Sou tão cinzento, meu Deus. Lembrai-Vos de mim? Sempre vi...

Ramo

/ 1070 leituras
e chamo a cada ramo de árvore uma asa   ...

Roubo

/ 457 leituras
quem reincide no roubo perde estatuto de artista. roubo de ...

Rinoceronte por José Alberto Oliveira

/ 303 leituras
ABENÇOADO SEJA o rinoceronte que faz tremer a Terra. Abenç...

Reticências

/ 1189 leituras
1. como pedras no leito do rio, arcaica travessia se mavios...

Riso-navalha

/ 753 leituras
o destino de suspeitar que me abria um destino com ...

Rio(s)

/ 1354 leituras
1. Rios - alegria móvel da Terra abrindo bocas nos fragued...

Romã

/ 378 leituras
1. COMO CORTAR UMA ROMÃ “Nunca”, disse o meu pai, “nunc...

Rocio

/ 942 leituras
Tão frescas as sílabas do orvalho que o dia mata a sed...

Rato

/ 907 leituras
Fatal distracção, escrevi um g no sítio de r!   P...

Ricos

/ 984 leituras
O dó dos ricos é o sol dos pobres.   Por Augusto ...

Romãzeira

/ 782 leituras
A romãzeira é uma árvore que sorri: o sol abre a boca às rom...

Reverberação

/ 829 leituras
Vibração do verbo.   Por João Pedro Mésseder, in ...