Mil-folhas

/ 467 leituras
O mais doce dos dicionários.   Por João Pedro Més...

M

/ 262 leituras
O M era pródigo naquelas falinhas mansas atrás da quais se e...

Mosquito

/ 455 leituras
Aprendiz na arte de espadachim.   Por Francisco D...

Murmúrio

/ 354 leituras
Quem do verme disse que era silencioso?   Por ...

Moinho

/ 472 leituras
Espécie de posto de alfândega, em desuso, instalado nas marg...

Maçarico

/ 417 leituras
O maçarico do operário é um dragão portátil   Por...

Milagre

/ 360 leituras
1. A centopeia cruzou os cem caminhos O mendigo desfez...

Magnólia

/ 663 leituras
1. (a nossa magnólia enche o Inverno de alegria branca) ...

Mulher(es)

/ 596 leituras
9. Mulher é um verbo em movimento, ativo e rudemente labori...

Meio-dia

/ 522 leituras
A manhã,            cansada, ajoelha-se           aos pés...

Meter água

/ 422 leituras
Abastecer o depósito do carro na bomba errada.   ...

Mãe

/ 400 leituras
Primeira palavra a ordenar o mundo Por isso mar lhe chamam...

Marear

/ 464 leituras
Arear as ondas em dias de sol.   Por João Pedr...

Melro

/ 664 leituras
Monge solitário

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Jorge Nuno Pinto da Costa (1937)

PARA o FC Porto, terminar imediatamente o campeonato até podia ser positivo, tanto ao nível desportivo como financeiro.

Rua da Estrada da Paragem

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 998 leituras
Os papalvos são alvos?