Eucalipto de Ribas

/ 113 leituras
Poemas e fotos de Paulo Moreira Lopes

Enxugar

/ 108 leituras
Poroso verbo Acolhe lágrimas perdidas aparta águas desavin...

Esbotenado

/ 76 leituras
1. Tanto cuidado para ficar esbotenado 2. Sempre que ...

Enxurrada

/ 731 leituras
1. Rebelião das águas contra a tirania das margens. Por ...

E

/ 799 leituras
O E tinha a certeza de ser. Pelo menos dizia que sim. Porém,...

Eucalipto

/ 816 leituras
Pergunta a um eucalipto a idade. Ele dir-te-á: Abraça-me! ...

Estar

/ 860 leituras
estamos onde somos Por Óscar Possacos, in Cantaria, Assoc...

Estrelas

/ 958 leituras
3. As estrelas nascem debaixo das rodas de aço. Por Pap...

Escritor

/ 732 leituras
2. Pela escrita se suaviza o infortúnio do mundo Por Fra...

Esmeralda(s)

/ 744 leituras
De que secreta primavera serão as esmeraldas a memória? ...

Eira

/ 870 leituras
1. Avenida dos Aliados recuperada por Siza Vieira. &nb...

Enguia

/ 699 leituras
Peixe disfarçado de cobra. Viaja léguas e léguas para ...

Esquilo

/ 719 leituras
No Outono sobe às árvores para substituir os frutos que p...

Estrela-do-mar

/ 691 leituras
A prova de que não há só estrelas no céu.   Po...

Espera(r)

/ 678 leituras
1. Esperar é um modo de chegares Um modo de te amar de...