Corrente

/ 779 leituras
Água corsária, contigo eu vou assaltar o poente, rouba...

Oração do corvo por Carmen Bernos de Gasztold

/ 122 leituras
Eu acredito, Senhor, eu acredito. É a fé que salva, como ...

A chuva por Jorge Luis Borges

/ 142 leituras
De repente a tarde clareou porque já cai a chuva miudinha. ...

As cadeiras por José de Almada Negreiros

/ 131 leituras
As cadeiras estão sentadas nunca estiveram de pé fê-las S....

As carpas por Guillaume Apollinaire

/ 133 leituras
Nos viveiros ou nos lagos que seja longa a vossa vida! Que...

A cadeira do poeta

/ 1039 leituras
Poema de Paulo Moreira Lopes

Concha

/ 846 leituras
Perco a linha da paisagem, o verde-escuro do pinheiral que v...

Cão noturno

/ 1143 leituras
Cão que só aparece à noite. in Cão Noturno perseguido por...

Cão

/ 854 leituras
3. conhecer o nome de um mastim é meio caminho para a amiza...

Covid-19

/ 411 leituras
1. In memoriam Justino Loureiro (1945-2020) Antes da notíc...

Caracol

/ 407 leituras
A UM CARACOL Se «a compressão é a primeira virtude do est...

Camisa por Jane Kenyon

/ 296 leituras
A camisa toca o seu pescoço e alisa-se ao longo das suas co...

Cravo

/ 2291 leituras
Em que cor pensas quando digo cravo? Texto de Francis...

Caranguejo

/ 793 leituras
Caminhante distraído. No passado fica o seu destino. ...

A cama por José de Almada Negreiros

/ 147 leituras
A cama está deitada não faz senão dormir. A cama aberta te...