Primavera

/ 510 leituras
Quando te vejo pela manhã apetece-me ser eterno. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Nabo

/ 561 leituras
Tubérculo celibatário cultiva os prazeres do estômago. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Urtigas

/ 464 leituras
Para esta viçosa planta em parte alguma existe mão amiga. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Grão-de-bico

/ 302 leituras
E não sabe cantar. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor três anos e jornalista dur...

Ervilha-de-cheiro

/ 337 leituras
Em que língua existe palavra a trepar assim colorida? Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi ...

Ervilha

/ 605 leituras
Palavra com grão dentro. Antes quebrar que torcer, é o seu lema. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Prado

/ 469 leituras
Que animais ao cair do dia pastam a verde palavra na imensidão do prado? Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Orvalho

/ 176 leituras
As ervas vaidosas acordam com os seus diamantes. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi profes...

Nuvem

/ 561 leituras
Comovido querubim não sabe conter a tristeza Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro

Água

/ 326 leituras
Umas vezes inunda os sonhos da erva outras vezes leva o pesadelo até à extrema secura. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Du...

Hortelã

/ 407 leituras
Eis uma erva prudente agasalhada temendo que os fios do inverno lhe roubem a fragrância. Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Cravo

/ 2075 leituras
Em que cor pensas quando digo cravo? Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro

Erva benta

/ 188 leituras
Vive nas nuvens Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro. SOBRE O AUTOR: Francisco Duarte Mangas (Rossas, 1960) foi professor três anos e jornalista durante...

Manhã

/ 166 leituras
Texto de Francisco Duarte Mangas e ilustração de Renata Carneiro.

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

NÃO escondo que me desgosta que o país não tenha mais meios do que aqueles que aloca ao combate a este flagelo [tráfico de droga]. Desgosta-me, posso protestar indignado, mas não pode a câmara fazer nada mais do que já faz.

Rua da Estrada da estrada

AS estradas que vão pelas cotas altas das encostas têm larguezas de vistas que nem se imagina. Sigam-se as instruções: onde aparecerem placas a dizer Estrada, certifique-se que essas larguezas de vistas estão mesmo lá; de seguida, procure-se um local bom para paragem (dantes havia uns sinais muito lindos com a silhueta das camionetas da carreira) e pare-se olhando a encosta da outra banda. Chegou o momento da contemplação. Use-se um bom produto para clarear o humor vítreo, a córnea, a pupila e o resto da tralha de ver, e mantenham-se as pálpebras bem abertas. Pode fotografar, desenhar ou or...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 436 leituras
Quantas freguesias tem uma câmara de ar?