Setembro

/ 2265 leituras
Texto de André Domingues e foto de João Paulo Coutinho

Aprender a ser árvore

/ 1360 leituras
Texto de André Domingues e foto de João Paulo Coutinho

Ulisses

/ 963 leituras
LEMBRAM-SE certamente do Ulisses, o homem que escrevia poema...

Elegia

/ 973 leituras
O FOGO fala simultaneamente todas as línguas. E essa é a tir...

O céu transfigurado

/ 1464 leituras
Texto de André Domingues e foto de João Paulo Coutinho

Idílio

/ 1488 leituras
NO meu sonho, o Palácio de Cristal e os seus minuciosos jardins configuravam uma nação prodigiosa.

Rua da Alegria

/ 1304 leituras
SEMPRE me intrigou o nome daquela rua, a facilidade com que ...

Quando a cidade se liquefaz

/ 1737 leituras
Só na noite do monólogo irrompe o diálogo.

O vaticínio

/ 1455 leituras
Na Praça da Ribeira uma nesga de luz ainda dança na estranha juventude de Fevereiro, há vozes que cintilam sob a pele oleosa das antigas mercadorias, rostos do passado que recrudescem.

O amor e um edifício

/ 1856 leituras
Texto de André Domingues e foto de João Paulo Coutinho

De passagem pela Corunha

/ 1987 leituras
NO mês passado, tive a felicidade de apresentar o meu livro,...

Beijar uma pantera

/ 906 leituras
O CALOR vem, rastejante, pelo ar, roubar-nos o equilíbrio, a...

Da escuridão dos teatros

/ 1008 leituras
RECORDO, com prazer, a terrível escuridão dos teatros. Antes...

Das pessoas que nos fazem gente

/ 1749 leituras
Texto de André Domingues e foto de João Paulo Coutinho

Fantasmas e nevoeiro

/ 1862 leituras
Texto de André Domingues e foto de João Paulo Coutinho