O jardim das virtudes

/ 1195 leituras
SOU um Walt Whitman frustrado, no Jardim das Virtudes, a ten...

O Sul

/ 577 leituras
UM campo de navalhas perfumadas. Tento encontrar a exacta im...

O pintor da vida moderna

/ 1938 leituras
Ali estava a cidade por vir. A cidade irrepresentável e hostil que o artista se obstinava em fazer nascer.

Imagens do Inverno

/ 1166 leituras
CHEGOU o Inverno, ou melhor, chegaram as imagens do Inverno,...

Dramas de companhia de André Domingues

/ 1010 leituras
AS trágicas encenações da existência. Um homem que vive pris...

Das pessoas que nos fazem gente

/ 1176 leituras
Para o Manuel António Pina CONHECI o poeta em 2003. Estava ...

Ulisses

/ 613 leituras
LEMBRAM-SE certamente do Ulisses, o homem que escrevia poema...

Savall no Salão Árabe

/ 945 leituras
A RIBEIRA tem algo de tesouro a céu aberto, de baú atafulhad...

Elegia

/ 618 leituras
O FOGO fala simultaneamente todas as línguas. E essa é a tir...

Uma obscura lucidez no rosto

/ 1471 leituras
À MEDIDA que o Verão se apaga, o Porto recupera uma obscura ...

Realidades alternativas

/ 1108 leituras
O PORTO é uma cidade sombria. Não que seja uma cidade triste...

Uma desculpa para escrever

/ 924 leituras
Texto de André Domingues e foto de João Paulo Coutinho

A felicidade da hora

/ 704 leituras
POR vezes descubro um lugar na cidade onde a beleza é mais p...

Clichés e Profecias

/ 946 leituras
HÁ uma canção de David Sylvian que diz tudo: September. Gost...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Jorge Nuno Pinto da Costa (1937)

PARA o FC Porto, terminar imediatamente o campeonato até podia ser positivo, tanto ao nível desportivo como financeiro.

Rua da Estrada da Paragem

Texto e foto de Álvaro Domingues

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 998 leituras
Os papalvos são alvos?