COMPARTILHAR

Fevereiro por José Alberto Oliveira

Fevereiro por José Alberto Oliveira

0
203

AGUACEIRO

Um aguaceiro em início
de tarde de fevereiro,
a descoberto, na rua,
com rima incluída;
nem melancolia, nem tédio,
sobrevivem à trepidação
da chuva.

in Como se nada fosse, Assírio & Alvim, março 2015, página 34

*

DERIVA

Fevereiro, início da tarde,
as sobras do frio
lambidas pelo sol.

Perdi o rumo da vida
em tarde como esta?
Não recordo

em que esquina
e não me atrapalha
a deriva –

o que é só meia
verdade, para caber
no poema.

in Rectificação da linha geral, Assírio & Alvim, fevereiro 2020, página 33

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here