COMPARTILHAR
Inicio A Bula As vozes do p...

As vozes do poeta por Joaquín Gurruchaga

As vozes do poeta por Joaquín Gurruchaga

0
242

As vozes do poeta vivem comigo
como se as ouvisse de repente na noite.
Vozes que parecem não ser de ninguém
ou pequenos batimentos de um corpo que não vemos.
Relâmpagos e pássaros eléctricos numa
noite calma de verão!
Mas o ser é como um céu branco,
amanhecendo,
como um mar, como uma pequena gota
que é um mar.
O ser é um céu branco
amanhecendo, amanhecendo,
sempre amanhecendo.

versão para português de PML

Partilha

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here