COMPARTILHAR
Inicio 7 Perguntas Sete pergunta...

Sete perguntas a Pinhal Arquitectura

Sete perguntas a Pinhal Arquitectura

0
337

AS IRMÃS Joana Pinho e Cristina Pinho são duas arquitectas de Gaia que decidiram criar um estúdio de arquitectura ao qual deram o nome de Pinhal. Habituadas a viajar desde cedo formaram um sentido crítico sobre o mundo que as rodeia. Daí nasceu o projecto “Postais de Gaia” onde exploram a estética da envolvente de uma forma atenta e bem-humorada.

Por Paulo Moreira Lopes

1 – Data de nascimento e naturalidade (freguesia e concelho)?
26.06.1981 St. Ildefonso, Porto (Joana Pinho)
15.03.1988 St. Ildefonso, Porto (Cristina Pinho)

2 – Atual residência (freguesia e concelho)?
Mafamude, V. N. de Gaia (sede do estúdio de Arquitectura)

3 – Escolas/Universidade que frequentou no distrito do Porto?
Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP)
Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto (FAUP).

4 – Habilitações literárias?
Licenciatura em Engenharia Civil, Mestrado Integrado em Arquitectura (Joana Pinho)
Mestrado Integrado em Arquitectura (Cristina Pinho)

5 – Atividade profissional?
Arquitectas

6 – Em que medida o local onde viveu ou vive influenciou ou influencia o seu trabalho por referência a fenómenos geográficos (paisagem, rios, montanha, cidade), culturais (linguagem, sotaque, festividades, religião, história) e económicos (meio rural, industrial ou serviços)?
Apesar de termos nascido, e mais tarde, nos formado no Porto, maior parte da nossa infância e adolescência foi passada em Vila Nova de Gaia. Por coincidência ou não, também vivemos durante vários anos noutros países (Suíça, Reino Unido…) até decidirmos, por escolha condicionada, estabelecer o nosso estúdio de arquitectura em Gaia.

A Arquitectura surgiu nas nossas vidas como o que parecia ser uma vontade de actuar sobre os espaços físicos que nos rodeiam. É difícil identificar onde esta vontade nasceu… Desde pequenas levaram-nos em viagens e passeios e mostraram-nos cidades e formas de viver diferentes, experiências que nos marcaram e ainda hoje procuramos. O que vemos quando partimos e quando voltamos, hoje como antes, desperta sempre perguntas. Talvez as idiossincrasias de Gaia e o contraste com o Porto, aqui em frente, nos tenha motivado a reflectir sobre o que faz um espaço funcionar melhor do que outro, seja ele qual for.

O reencontro com Vila Nova de Gaia, após tantos anos, e esta condição de viver perto do Porto, não se sendo exactamente do Porto, tem motivado em nós questões sobre identidade, a nossa e a do que nos rodeia, às quais temos procurado responder através de projectos de iniciativa própria, como os “Postais de Gaia”. Neste projecto, por exemplo, tornamos óbvia a exploração estética de uma envolvente, na qual crescemos e, portanto, à qual nos sentimos biograficamente ligadas, mas cuja percepção, em particular externa, é tantas vezes depreciativa. Como pode ser uma cidade amada e desprezada ao mesmo tempo? Com este projecto procuramos desenvolver um olhar crítico, atento mas bem-humorado, que nos ajude a compreender e a relacionar com a cidade, que é a nossa.

7 – Endereço na web/blogosfera para a podermos seguir?
www.pinhal.studio
e através de Instagram @o.pinhal e Facebook @pinhal.studio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here