2065
1
COMPARTILHAR
Inicio 7 Perguntas Sete pergunta...

Sete perguntas a Lúcia Vaz Pedro

Sete perguntas a Lúcia Vaz Pedro

1
2065

LÚCIA Vaz Pedro é natural de Oliveira do Douro, uma das freguesias de Vila Nova de Gaia com vista privilegiada sobre o rio Douro. Como pessoa identifica-se com aquele cenário que a viu nascer e crescer. Gosta do S. João e da abertura da gente do Porto. Não espanta, por isso, que sinta orgulho do sotaque nortenho. Tem como atividade profissional: o ensino, a formação e a escrita. É cronista do JN e autora de vários livros em português atual. Em tempos escreveu em português desatualizado vários títulos para a escola, romances e livros infantis.

Por Paulo Moreira Lopes

1 – Data de nascimento e naturalidade (freguesia e concelho)?

Sou natural de Vila Nova de Gaia, freguesia de Oliveira do Douro. Nasci em casa.

2 – Atual residência (freguesia e concelho)?

Moro na freguesia de Mafamude, Vila Nova de Gaia.

3 – Escolas/Universidade que frequentou no distrito do Porto?

Estudei no liceu Rainha Santa Isabel, no ensino secundário. E frequentei a Faculdade de Letras da Universidade do Porto.

4 – Habilitações literárias?

Sou licenciada em Línguas e Literaturas Modernas, na variante de Português e Francês. Tenho igualmente o curso superior de Francês e de Italiano, do Instituto de Francês do Porto e da Embaixada de Itália, respetivamente.

5 – Atividade profissional?

Sou professora de Português e de Francês no Ensino Secundário na Escola Secundária de António Sérgio. Sou formadora de professores, cronista do JN e escritora.

6 – Em que medida o local onde viveu ou vive influenciou ou influencia o seu trabalho por referência a fenómenos geográficos (paisagem, rios, montanha, cidade), culturais (linguagem, sotaque, festividades, religião, história) e económicos (meio rural, industrial ou serviços)?

Nasci e cresci em Vila Nova de Gaia e no Porto. Tenho um sotaque do norte do qual me orgulho. A paisagem que vislumbrava da janela da casa onde nasci era o rio Douro e, por isso, identifico-me, como pessoa, com esse cenário.

Gosto do S. João e da abertura da gente do Porto, embora reconheça que, se vivesse em Lisboa, teria mais oportunidades de me projectar profissionalmente. Porém, o Porto é a minha cidade de coração e, por muitos países que já tenha conhecido, é aí que me reconheço, é aí que sou feliz.

7 – Endereço na web/blogosfera para a podermos seguir?

Facebook

1 COMENTÁRIO

  1. Sra Professora Lúcia,
    Permito-me usar este espaço, já que não encontro, em outro lugar, a possibilidade de lhe dar as minhas felicitações pelo (suponho) início de um tema, que já era caro ao meu pai, que era absolutamente contra os “estrangeirismos” no JN. Mas deixe-me dizer-lhe que isso começa no “Mundo Editorial” e nas modernas profissões, nas ditas “Élites” deste país.
    São os CEO, CFO, etc.etc..
    Cumprimentos cordiais
    J. PImentel

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here