1134
0
COMPARTILHAR
Inicio 7 Perguntas Sete pergunta...

Sete perguntas a Gustavo Carona

Sete perguntas a Gustavo Carona

0
1134

GUSTAVO Carona começou (diz que foi acidente) por levantar voo no Canadá, a seguir aterrou em Pedras Rubras. Por cá tornou-se médico e logo que pôde voltou a levantar voo, desta vez rumo a mundos bem longínquos e perigosos: Moçambique, Congo, Paquistão, Afeganistão e Síria. Mas não foi em passeio. Foi para salvar vidas, em zonas em que mais ninguém sabe fazer o que ele faz, e ver esse reconhecimento genuíno em pessoas que nasceram nos sítios mais complicados do planeta. Gustavo vive com um pé no Porto e outro no mundo.

Por Paulo Moreira Lopes

1 – Data de nascimento e naturalidade (freguesia e concelho)?

31/10/1980. Canadá (por acidente, porque os meus pais viveram lá uns anos, mas vivo desde os 2 anos aqui)

2 – Atual residência (freguesia e concelho)?

Matosinhos, Matosinhos

3 – Escolas/Universidade que frequentou no distrito do Porto?

Primária de Nevogilde. Ciclo Torrinha. Secundária Garcia de Orta. Faculdade Medicina da Universidade do Porto

4 – Habilitações literárias?

Licenciatura em Medicina

5 – Atividade profissional?

Médico Anestesista/Intensivista

6 – Em que medida o local onde viveu ou vive influenciou ou influencia o seu trabalho artístico/literário/profissional por referência a fenómenos geográficos (paisagem, rios, montanha, cidade), culturais (linguagem, sotaque, festividades, religião, história) e económicos (meio rural, industrial ou serviços)?

Vejo-me como Portuense, com todo o orgulho do mundo. Adoro a minha cidade. O Porto inspira-me, tem a sua personalidade bem vincada, carácter forte e representa os mais altos valores que um homem pode ter. A força, a coragem, a honra, a irreverência, a lealdade, e claro a invencibilidade. O recorte fino e belo do rio Douro, só perde para a força e a raça do todo poderoso Oceano Atlântico. O Porto é do Porto, mas olha para o mundo.

7 – Endereço na web/blogosfera para o podermos seguir?

http://fotoscomhistorias.blogspot.pt (onde escrevo algumas histórias do meu trabalho como médico sem fronteiras.
Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here