707
0
COMPARTILHAR
Inicio 7 Perguntas Sete pergunta...

Sete perguntas a David Martins

Sete perguntas a David Martins

0
707

O DAVID, apesar de viver em Custóias, sente-se preso à cidade do Porto. Nasceu em Santo Ildefonso, bem no centro da “Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta”, e estudou nas redondezas, sem precisar de ir para além da Circunvalação. De máquina em punho vai registando, a Porto e Branco, as pontes, o rio e o mar. Também não lhe escapam as Ribeirices, quer seja em aparente ou evidente tom cinzento.

Por Paulo Moreira Lopes

1 – Data de nascimento e naturalidade (freguesia e concelho)?

Nasci a 20 de Fevereiro de 1972 na Ordem da Trindade – Freguesia de Santo Ildefonso, Porto.

2 – Atual residência (freguesia e concelho)?

Custóias – Matosinhos.

3 – Escolas/Universidade que frequentou no distrito do Porto?

Colégio Luso-Francês, E.S. Rainha Santa Isabel, E.S. Infante D. Henrique, E.S. Alexandre Herculano, Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto, Universidade Fernando Pessoa.

4 – Formação académica?

Licenciado em Engenharia e Gestão da Qualidade.

5 – Atividade profissional?

Especialista na área da Qualidade. Auditor a Sistemas de Gestão de Ambiente e Qualidade.

6 – Em que medida o local onde viveu ou vive influenciou ou influencia o seu trabalho por referência a fenómenos geográficos (paisagem, rios, montanha, cidade), culturais (linguagem, sotaque, festividades, religião, história) e económicos (meio rural, industrial ou serviços)?

Desde o meu nascimento que possuo uma forte ligação à cidade do Porto. Identifico-me na plenitude com a cidade, a sua gente, a sua cultura e os seus costumes.

Esta identificação encontra-se fortemente refletida na minha fotografia. Disso são prova as minhas duas primeiras exposições individuais: “Porto & Branco” (2005) e “Ribeirices” (2008) que retratam detalhes da “Antiga, Mui Nobre, Sempre Leal e Invicta” cidade do Porto.

As pontes, o rio, o mar, o velho casario, entre outros, são elementos com forte presença na minha fotografia.

A preferência pelo Preto e Branco combina, na perfeição, com o (aparente) tom cinzento da cidade.

O Porto possui uma luz muito própria, um dos meus maiores prazeres é registar essa luz!

7 – Endereço na web/blogosfera para o podermos seguir?

Os meus trabalhos fotográficos podem ser vistos em http://www.davidcmartins.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here