56 Leituras
0
COMPARTILHAR

J

O jota era ocioso, alegre, jocoso até. Não gostava de trabalhar e descarregava uma parte substancial das suas tarefas no G, mas saía sempre bem no retrato de família. Ao contrário do I, o jota tinha a sua pinta em alta estima. Chamava-lhe brasão e discorria sobre a sua linhagem. Só queria escrever-se em minúsculas porque (explicava ele, a meio poste, como se acabasse de sair da cama ou se preparasse para deitar) letras grandes são uma cena burguesa e burgessa. O jota tinha teorias sobre tudo, achava-se eternamente jovem e fazia jus à sua reputação de janota, fugindo aos deveres como o diabo da cruz.

Por Regina Guimarães in Abecedário Abetardário

Deixe aqui o seu comentário!

Protected by WP Anti Spam