103
0
COMPARTILHAR

Espuma

Espuma

0
103

1.

Vestido de noiva das imensas águas do mar.

 

Por João Pedro Mésseder e Francisco Duarte Mangas, in Breviário da Água, Editorial Caminho, 2004, página 58.

 

2.

Quando os rolos de espuma rebramiam no Cabedelo, apertavam-se os corações no peito, e à luz da candeia rezavam horas esquecidas «pelos que andam sobre as águas do mar».

 

Por Raul Brandão, in Os Pescadores, Estante Editora, 2.ª edição, agosto de 2010, página 28.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorFonte
Próximo artigoEnxurrada

DEIXE UMA RESPOSTA