Artigos na categoria Dicioporto

O jota era ocioso, alegre, jocoso até. Não gostava de trabalhar e descarregava uma parte substancial das suas tarefas no G, mas saía sempre bem no ret...

O I gastava fortunas em cosméticos para disfarçar a sua pinta que era um sinal de nascença. Mal podia, tornava-se maiúscula e mentia com quantos dente...

O H ficava bem à cabeça de qualquer palavra embora não se pronunciasse, pelo que era muito requisitado, quando não assediado. Tinha de inventar descul...

Boca aberta, cheia de nada e de coisa nenhuma prestes a sair. Por João Pedro Mésseder, in Palavras viageiras, Edições Xerefé 2016, página 24.

Palavrinha que, não sei porquê, ajuda as pessoas a subir para um lugar qualquer. Por João Pedro Mésseder, in Palavras viageiras, Edições Xerefé...

1. negociavam com estudado silêncio o resgate dos seus da possibilidade do naufrágio Por João Rios, in Aprendizagem Balnear, Cadernos do Grito...

Palavra-elefante com seu lugar, que é grande, na savana ordenada do dicionário. Por João Pedro Mésseder, in Palavras viageiras, Edições Xerefé 2...

Palavra sonolenta e preguiçosa. Por João Pedro Mésseder, in Palavras viageiras, Edições Xerefé 2016, página 16.

Pequena cápsula de sangue da terra. Por João Pedro Mésseder, in Palavras viageiras, Edições Xerefé 2016, página 13.

1. Só leão de juba atinge o estatuto de jubilado. Por Francisco Duarte Mangas, in O noitibó, a gralha e outros bichos, Editorial Caminho, Setem...

Música em forma de árvore, da qual os olhos não conseguem desviar-se. Nem os ouvidos. Por João Pedro Mésseder, in Palavras viageiras, Edições Xer...

1. No cais toda a gente sufocou numa rodilha de dor assombrada. Por Raul Brandão, in Os Pescadores, Estante Editora, 2.ª edição, agosto de 2010,...

Borboleta humana. Por João Pedro Mésseder, in Palavras viageiras, Edições Xerefé 2016, página 3.

O G sofria de gaguez crónica. Por isso era muito metido consigo. Também padecia de uma grande paixão secreta pelo C e em tudo tentava imitá-lo. Infeli...

Vai no Batalha

A VIDA política não pode ser um prémio, mas creio que mereço a confiança dos cidadãos e a oportunidade de demonstrar que o modelo seguido é sustentável e vale a pena ser prosseguido, beneficiando agora de cenário mais favorável.

Rua da Estrada

50 Leituras
NÃO é fácil estabelecer a cronologia completa destas ocorrências. Talvez o viaduto, altíssima obra de arte com um risco de luz ao meio, tenha sido a ú...

Enigmatógrafo

50 Leituras
Os Aquários são de vidro?

No slogan da campanha do PSD para a Câmara do Porto onde se lê "Porto Autêntico" deve ler-se "Nevogilde: Porto Autêntico"