970 Leituras
0
COMPARTILHAR
Pedro Guilher...

Pedro Guilherme-Moreira (1969)

Sabem o que nos dá medo e todos os outros sentimentos que se confundem entre os nossos princípios e o desespero, a raiva, a indignação, a impotência? Pensarmos que podíamos ser nós, ali, naquela ratoeira, nós ou os nossos. Que não conseguiríamos valer a um filho, a um amigo, a um passante. 

§

Um título que acaba por simbolizar um grande ano e uma grande honra por fazer parte desta comunidade voleibolística chamada CASTÊLO DA MAIA GINÁSIO CLUBE 

§

Declaração de amor e de interesses: escrevo sobre a Sónia Braga que foi doada a Portugal pelo foral da Gabriela. Escrevo, pois, em interesse próprio. Ainda que Sónia Braga seja respeitada dos dois lados do Atlântico, só em Portugal é venerada. 
§
106 escolas depois, mais de 300 alunos em duas sessões só em Ovar, a maior de sempre, já depois de Castelo de Paiva ter batido o recorde com mais de 200, poucos dias antes. 
§
Mas o que se vê na foto é a luz de AlpendOurada. A luz de fora e a luz de dentro. À centésima escola ainda é bom poder replicar e reiterar a evidência: 
§
Santiago de Compostela, Escola de Idiomas, 23-11-2015, 20h, Nortear, Universo Literário Comum 
§

Ovar, o FLO, o Festival Literário de Ovar, o primeiro, este de 2015, foi um momento singular em que me deixei estar naturalmente entre os grandes, mas quase não quero falar aqui de competências literárias, embora queira falar de memória e de presente. 
§

Hoje há muita gente de ressaca em Fornos de Algodres. Hoje eu estou com uma ressaca emocional das valentes por causa de Fornos de Algodres. 

Deixe aqui o seu comentário!

Protected by WP Anti Spam