E por aí fora

HABITAVAM-ME várias vantagens de ser (porque todos somos um pouco do que vivemos) uma aldeia a quem, contra sua vontade, teimavam em chamar vila. Uma delas era, sem dúvida, a estação dos correios. O email não substitui o papel, a carta, o selo (que já não se lambem), a cola, o marco do correio, a caixa vermelha ou a caixa azul para as cartas que têm pressa. Como não me sei ver adulto, recordo-me menino e é lá, na infância e infantilidade que procuro quando as tarde se esfriam para me aquecerem a memória, que vejo pouco ter mudado. Texto e foto de Miguel Gomes

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

E peço-lhe desculpa se o refiro desta forma tão crua. Diz a senhora presidente que a delegação do Porto não tinha competências técnicas e, por isso, não se justificava a manutenção. De facto, Senhor Ministro, há muitos anos que os intermediários financeiros se queixavam que para qualquer assunto se viam obrigados a deslocarem-se à sede da CMVM em Lisboa. Exatamente p...

Rua da Estrada romana

UM soldado romano e uma estrada é uma daquelas parelhas que não causa qualquer surpresa. É como um semáforo ou uma placa de sinalização de trânsito ou um polícia sinaleiro se fosse cruzamento e se os tempos e circunstâncias fossem diferentes. Não teria havido império se não houvesse uma rede de estradas que chegasse a todas as terras dos bárbaros, sistema de circulação por onde se drenavam riquezas e impostos para Roma, por onde se movimentavam as legiões, a lei e o latim – uma barbaridade de dispositivos técnicos, legais, linguísticos, bélicos, logísticos, simbólicos… para manter um poder ass...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

Piano não deveria ter letras pretas, letras brancas, para teclar?

Errata

Na manchete do Jornal de Notícias de 13 de novembro de 2017, onde se lê “Médicos aliciados com mil euros para recomendar colegas”, deve ler-se “Médicos agraciados com mil euros por recomendar colegas”, por PML