Artigos na categoria Poemário

1.480 Leituras
é já tarde poucos são os fascínios que nos / movem o som quente a escrever um sem-número

883 Leituras
dói-me o teu nome longínquo. / dói-me o irresistível artesanato da distância

1.325 Leituras
É belo o tempo de Inverno, / no silêncio, a lenha húmida / das maternas canções da chuva.

109 Leituras
As mães sobem uma escada até ao céu, / sobem e descem a escada longa dos filhos; / as mães olham para cima, firmam as mãos na escada

871 Leituras
Apenas um horizonte nos separa… / O infinito dos sonhos...

336 Leituras
É na noite perdida que respiro / Sozinha na amarga felicidade

318 Leituras
Não se fala desta luz / a luz ilumina toda a / luz, luminosamente

Vai no Batalha

TEM acontecido diversas vezes a câmara anunciar que vai exercer o direito de preferência e, de repente, os negócios deixam de se fazer ou fazem-se por preços diferentes e, pelos vistos, a Autoridade Tributária acha normal.

Rua da Estrada

1.480 Leituras
AINDA era esta uma estrada real de empedrado escasso e incerto, ia eu com Dinis cavalgando lado a lado e ouvindo suas desventuras com certa dama. Dizi...

Enigmatógrafo

1.480 Leituras
Porquê tic-tac e não zak-zok ou coqueluche-tossetosse, nos relógios?