Artigos na categoria Poemário

3.077 Leituras
Passamos pelas coisas sem as ver, / gastos, como animais envelhecidos:

963 Leituras
Da chuva / O B L Í Q U A / quero apenas / o poder / renovador da Natureza.

1.289 Leituras
Na roseira jovem / rosa branca já aberta. / Ah, míope! A primeira borboleta!

1.291 Leituras
Não, nem todo o limão é amarelo quando / A mão de alguém o toca e humaniza, pequeno deus

1.399 Leituras
Escrevo-te adeus / mas não parto.

1.406 Leituras
vertes uma vasilha / vestido engelhado / cheio do teu braço.

828 Leituras
A gata segue esperando / arrapaña o teu bote / de marmelada de arandos / no que xa non queda nada.

1.935 Leituras
Pronuncia a palavra como quem / lentamente / a desmontasse / - cada sílaba / um segundo

663 Leituras
o ar do mar que me estava a dar na cara foi um ar que me deu

2.175 Leituras
Soberba: É o mais intelectual dos pecados e aquele que se liga facilmente a todos os outros. Tanto pode ser grosseiro como subtil.

2.773 Leituras
É linda / é mais feita para se ver / do que para outra coisa qualquer.

3.094 Leituras
Nenhuma outra cidade / se oferece assim a quem chega // como uma cadela permanen- / temente com cio

1.968 Leituras
Bem dita sejas tu, que me fizeste crer! / A minha flor da crença eu sentia-a morrer

3.133 Leituras
O subtil, o reflexo, o vago, o indefinido, / Tudo o que o nosso olhar só vê por um momento

Vai no Batalha

TEM acontecido diversas vezes a câmara anunciar que vai exercer o direito de preferência e, de repente, os negócios deixam de se fazer ou fazem-se por preços diferentes e, pelos vistos, a Autoridade Tributária acha normal.

Rua da Estrada

3.077 Leituras
AINDA era esta uma estrada real de empedrado escasso e incerto, ia eu com Dinis cavalgando lado a lado e ouvindo suas desventuras com certa dama. Dizi...

Enigmatógrafo

3.077 Leituras
Porquê tic-tac e não zak-zok ou coqueluche-tossetosse, nos relógios?