Quando se descobre uma função nova

/ 202 leituras
SOBRE A AUTORA: Raquel Fernandes, natural do Porto, nasceu em 1989. É ilustradora. É autora das tiras “Histórias Sem Interesse”. Iniciou a sua colaboração com o Correio do Porto em fevereir...

Começar o ano com uma boa acção!

/ 206 leituras
SOBRE A AUTORA: Raquel Fernandes, natural do Porto, nasceu em 1989. É ilustradora. É autora das tiras “Histórias Sem Interesse”. Iniciou a sua colaboração com o Correio do Porto em fevereir...

Neste Natal, dediquem-se ao que sabem…!

/ 226 leituras
SOBRE A AUTORA: Raquel Fernandes, natural do Porto, nasceu em 1989. É ilustradora. É autora das tiras “Histórias Sem Interesse”. Iniciou a sua colaboração com o Correio do Porto em fevereir...

Tentar comer na rua – parte II

/ 206 leituras
SOBRE A AUTORA: Raquel Fernandes, natural do Porto, nasceu em 1989. É ilustradora. É autora das tiras “Histórias Sem Interesse”. Iniciou a sua colaboração com o Correio do Porto em fevereir...

Aula de Condução

/ 281 leituras
SOBRE A AUTORA: Raquel Fernandes, natural do Porto, nasceu em 1989. É ilustradora. É autora das tiras “Histórias Sem Interesse”. Iniciou a sua colaboração com o Correio do Porto em fevereir...

Os gatos e as caixas…

/ 334 leituras
SOBRE A AUTORA: Raquel Fernandes, natural do Porto, nasceu em 1989. É ilustradora. É autora das tiras "Histórias Sem Interesse". Iniciou a sua colaboração com o Correio do Porto em fevereir...

Como uma agulha no palheiro

/ 374 leituras
Por Raquel Sem Interesse

Comer com amigos

/ 135 leituras
Por Raquel Sem Interesse

Entregas…

/ 177 leituras
Por Raquel Sem Interesse

Conversas inapropriadas

/ 159 leituras
Por Raquel Sem Interesse

Crueldade

/ 116 leituras
Por Raquel Sem Interesse

Dúvidas

/ 414 leituras
Por Raquel Sem Interesse

Esquecer o passe

/ 381 leituras
Por Raquel Sem Interesse

Fotos Sociais

/ 426 leituras
Por Raquel Sem Interesse

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

ESSE dramatismo ligado ao turismo é uma conversa aborrecida. O Porto sempre foi uma urbe gentrificada. Por ingleses, alemães, franceses. […] A ideia de gentrificação é uma ideia aborrecida de uma esquerda reacionária que fala cada vez mais de um fenómeno que não existe.

Rua da Estrada Moderna

TUDO o que possa representar ou evocar um sinal que seja do caos, das coisas desalinhadas dispostas em lugares aleatórios, é anti-moderno. O moderno é claro e luminoso, não admite sombras e rugosidades. Crenças, mistérios ou encantamentos são coisas pretéritas e nevoadas. O moderno é o progresso, o novo, a contínua palpitação das coisas na sua marcha ordenada para um mundo perfeito que verdadeiramente possa ser um mundo onde os outros mundos se desintegraram e se dissolveram por tão desorientados e confusos terem andado dissipando energias a marcar diferenças, lugares únicos, maneiras disti...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 30 leituras
Na aguarela a cor está na água ou na rela?