Problemas

/ 63 leituras
problemas jóvenes PUEBLO humanos Por Jesús Morales, que vive em Caracas, Venezuela.

Exposição – Histórias em Postais na Escola Básica de Baltar

/ 203 leituras
De 29 de maio a 16 de junho de 2017, na Escola Básica de Baltar, Agrupamento de Escolas Daniel Faria, Paredes. A ilustração do cartaz é de Maria Chaves, aluna n.º 14, do 5.º C, EBS de Santa ...

Exposição – Histórias em Postais no Duas de Letra

/ 526 leituras
De 3 a 29 de abril de 2017, de segunda a quinta das 10h às 22h, sexta e sábado das 10 às 24h, domingo das 14 às 24h, no restaurante/cafetaria/galeria de arte Duas de Letra, sito no Passeio d...

Exposição – Histórias em Postais na AJHLP

/ 498 leituras
Decorreu entre 8 a 31 de março de 2017, de 2.ªs a 6.ªs, das 14h às 18h, na ASSOCIAÇÃO DOS JORNALISTAS E HOMENS DE LETRAS DO PORTO, sita na Rua Rodrigues Sampaio, 140 Porto, Telef. 22 2080565...

Histórias em postais… vindas do Atlântico

/ 1103 leituras
TOMEI conhecimento do concurso «Histórias em Postais» pelo «blog» Concursos Literários (sigo-o já faz alguns anos, o seu trabalho de divulgação merece uma nota de apreço) e julguei, imediata...

Lista dos autores da I edição Histórias em Postais

/ 673 leituras
NO dia 2 de outubro de 2016, publicamos a convocatória da I edição das Histórias em Postais, do Correio do Porto, com a data limite de 31 de dezembro. A convocatória foi enviada para algu...

Nubes

/ 373 leituras
Desde la ventana de mi oficina veo nubes. Nubes, que parecem ovejitas que pasan hacia el norte arriadas por el viento pampero... y me voy detrás de ellas... Por María Victoria B...

Sol

/ 347 leituras
Hoy mi amigo el sol se durmió entre las islas y se tapó con la nubes. Por María Victoria Boné Ramirez (Marité), que vive em Nueva Palmira, Uruguai.

Primavera!!

/ 374 leituras
Primavera!! El ciruelo se viste de blanco blancas son sus flores que perfuman el aire y mi alma Por María Victoria Boné Ramirez (Marité), que vive em Nueva Palmira, Uruguai.

Vēzis vientuļnieks

/ 252 leituras
LATVIAN: "Vēzis vientuļnieks piederības, saderības, iederības un derības meklējumos izgāja ielās. Pretimnākošie neko nesaprotošie, neuzticības pilnie skatieni apdzēsa smaidu un sagrāva pozit...

Triângulo amoroso

/ 338 leituras
É um triângulo amoroso perfeito, tudo bem camuflado "ELE"; "ELA" e o "OUTRO". O "OUTRO" nem desconfiava, pois na 2.ª, 4.ª e 6.ª feira namorava "ELA; nas 3.ªs, 5.ªs e domingos namorava...

Piracema

/ 294 leituras
Ao ver peixes saltando, para atingir a parte de cima do salto rio, me inspirou uma pergunta: - Para onde vai nobre Salmão? Ele sem desviar o foco de tentar subir a corredeira me respond...

Novos percursos

/ 312 leituras
Novos percursos Caminhos de recursos Para refugiada vida Em terra recebida De gente sabida E no ser tão sentida Que ao partilhar cede Sua amizade que não mede Nada mais que calorosa ...

Mundo enfadonho

/ 277 leituras
Vejo um mundo enfadonho O pensamento fluindo: A realidade é um sonho Do qual se acorda dormindo. Por João Paulo Hergesel, que vive em São Paulo, Brasil.

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

ESSE dramatismo ligado ao turismo é uma conversa aborrecida. O Porto sempre foi uma urbe gentrificada. Por ingleses, alemães, franceses. […] A ideia de gentrificação é uma ideia aborrecida de uma esquerda reacionária que fala cada vez mais de um fenómeno que não existe.

Rua da Estrada da Terra com Identidade

NESTE lugar onde se é bem-vindo apesar de não se perceber o nome que lhe puseram, informa-se que estamos numa Terra com Identidade. Está escrito mas não é o que parece: do asfalto aos eucaliptos, dos sinais de trânsito ao edifício-montra vazio, das casas ao poste de iluminação ou à cruzeta dos fios que cruzam o céu, tudo é do mais genérico que se possa imaginar. Não é grave. Identidade é um conceito caótico onde cabe tudo justificado com múltiplo argumentário. Como categoria social, identidade aplica-se a um grupo de gente com determinados atributos, características, normas de conduta, r...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

/ 36 leituras
Quem não dá uma para a caixa é sovina?