Porto visto por Edweine Loureiro

EDWEINE Loureiro, neto de portugueses, nasceu em Manaus, Estado do Amazonas, no Brasil, onde viveu até se mudar, em 2001, para a cidade de Saitama, no Japão. É advogado de formação e escrito...

Porto visto por Suyan de Melo

SUYAN de Melo nasceu na cidade de Araranguá, estado de Santa Catarina, sul do Brasil. Hoje vive no mesmo estado, mas na cidade de Laguna. Desde os vinte anos que se dedica à produção de narr...

Porto visto por César Fernández Arias

CÉSAR Fernández Arias nasceu em Caracas, Venezuela, que deixou quando tinha 9 anos para se instalar em Madrid, Espanha, onde atualmente vive. É escultor e desenhador sui generis. Em 2000 gan...

Porto visto por Tatiana Kauss

TATIANA Kauss é uma carioca da gema: nasceu no Rio de Janeiro onde continua a viver (Ipanema). Dedica-se à escrita e estudo de literatura infanto-juvenil e à encadernação. Admite que as pess...

Porto visto por Zacarias Ferreira

ZACARIAS Ferreira é natural da Póvoa de Varzim, estando a viver atualmente em Barking, Londres, Inglaterra, depois de ter passado pela Suíça. Diz que em alguma medida o meio influência as su...

Porto visto por Tiago Pinto

TIAGO Pinto nasceu em Lisboa onde continua a viver depois de ter residido durante três anos em Amsterdão. Adora caminhar pelas ruas da cidade, sem direcção pre-definida, na expetativa de ser...

Porto visto por Protasio Ferreira e Castro

PROTASIO Ferreira e Castro é natural de Campina Grande, Paraíba, residindo atualmente no Rio de Janeiro, Brasil. Por força da profissão já viveu em Heidelberg (Alemanha), Londres (Inglaterra...

Porto visto por Ida De Vincenzo

IDA De VINCENZO é uma artista visual italiana, nascida na Calabria e que foi viver para Buenos Aires, Argentina, com dois anos de idade. Os irmão mais velhos contam que chorou dias e dias du...

Tools (Worthless) by Horst Tress (I)

HORST Tress nasceu em Lindenthal , na Colónia, Alemanha. É poeta visual, publicista e jornalista, tendo já exposto em diversas capitais do mundo e trabalhado para várias celebridades e marca...

Porto visto por Sidneia Simões

SIDNEIA Simões vive em Belo Horizonte, Estado de Minas Gerais, Brasil. Faz parte do coletivo O Grito onde se dedicam à produção de postais. Tem muito prazer em escrever e saber que o postal ...

Porto visto por Laudeir Borges

LAUDEIR Borges, além de Belo Horizonte, cidade onde nasceu, viveu em Varginha e Viçosa, no interior do estado de Minas Gerais, até se fixar em Brasília, Brasil. Diz-se oriundo de uma terra e...

Os gatos de Ramón por David Vela

Cuando se miran dos gatos parece que se magnetizan encandilándose. Por Ramón Gomez de la Serna

O adeus que nunca foi dito

CATORZE de fevereiro de 1976. O dia mal começava e já havia uma actividade intensa dentro de casa. Eram os preparativos para a viagem inesquecível que ia fazer com sua família. De vez em qua...

Selfie

EM geral estou com os que lutam por preservar nosso idioma, já que a última flor do Lácio é rica e habitualmente não carece de estrangeirismo. Só que auto-retrato não exprime selfie. Selfie ...

Tabuleta Digital

Vai no Batalha

Rui Moreira (1956)

E peço-lhe desculpa se o refiro desta forma tão crua. Diz a senhora presidente que a delegação do Porto não tinha competências técnicas e, por isso, não se justificava a manutenção. De facto, Senhor Ministro, há muitos anos que os intermediários financeiros se queixavam que para qualquer assunto se viam obrigados a deslocarem-se à sede da CMVM em Lisboa. Exatamente p...

Rua da Estrada romana

UM soldado romano e uma estrada é uma daquelas parelhas que não causa qualquer surpresa. É como um semáforo ou uma placa de sinalização de trânsito ou um polícia sinaleiro se fosse cruzamento e se os tempos e circunstâncias fossem diferentes. Não teria havido império se não houvesse uma rede de estradas que chegasse a todas as terras dos bárbaros, sistema de circulação por onde se drenavam riquezas e impostos para Roma, por onde se movimentavam as legiões, a lei e o latim – uma barbaridade de dispositivos técnicos, legais, linguísticos, bélicos, logísticos, simbólicos… para manter um poder ass...

Enigmatógrafo

Enigmatógrafo de Augusto Baptista

Em qual dos uu está a bolsa do canguru?

Errata

No título da notícia publicada no JN de 18 de novembro de 2017, página 20, onde se lê, “Traficante traído por violência doméstica”, deve ler-se, “Traficante atraído por violência doméstica”, por PML