1167
0
COMPARTILHAR
A BULA: apres...

A BULA: apresentação

A BULA: apresentação

0
1167

A BULA foi inspirada na revista Um Conto. É um fanzine desdobrável com tamanho A7 que depois de completamente aberto tem a forma A4. Deverá ser mantida ao alcance e à vista das crianças e adultos e lida sempre de acordo com as indicações de cada autor. O titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante é o Correio do Porto.

 

COMO LER A BULA

Leia A BULA sempre de acordo com as indicações de cada autor. A BULA é um desdobrável com tamanho A7 que depois de completamente aberto tem a forma A4. Caso tenha dificuldades na leitura, aconselhamos o uso de instrumento composto de lente para auxílio da vista. Tempo de leitura previsto: 15 minutos (valor médio), podendo variar, consoante a idade, o peso e o grau académico do leitor. Caso não consiga consumir ao fim de trinta minutos, recorra à ajuda de um familiar e, se o problema persistir, consulte o Ministério da Educação.

ATENÇÃO

Ao ler A BULA não deve interagir com outros interesses, tais como: conduzir ou utilizar máquinas ou utensílios cortantes, entre outras situações que possam colocar a sua saúde e a dos outros em perigo. O folheto A BULA está indicado no tratamento sintomático de situações culturais que requerem um analgésico literário, tais como: inércia ou falta de hábito de leitura, ou leitura de um resumo ou das letras gordas de um título, ficando logo com a convicção de ter lido tudo, e sintomatologia associada ao elevado custo da leitura ou a reações alérgicas ligadas à leitura. Como toda a literatura, A BULA pode causar efeitos secundários, no entanto, estes não se manifestam, infelizmente, em todas as pessoas. Melhora o conhecimento, a cultura, o vocabulário e a escrita. Menos frequentemente, foram descritos os seguintes efeitos: sonolência ou sensação de sono. Em casos raros: perder a cabeça ou andar com cabeça no ar. Se algum destes efeitos se agravar ou se detetar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o autor ou A BULA. Contacto de emergência:geral@correiodoporto.pt.

 

COMO CONSERVAR A BULA

Não utilize A BULA após o prazo de validade impresso no folheto, pois pode conter linguagem desatualizada e causar-lhe mal-estar mental ou físico. A BULA não deve ser eliminada no balde do lixo, muito menos na via pública. Deve ser depositada no papelão ou, em alternativa, deve reciclá-la, oferecer a um amigo, vizinho ou passageiro do lado. Estas medidas irão ajudar a melhorar o meio ambiente.

ETAPAS DA DOBRAGEM D’ A BULA

1.ª A impressão é feita em A4, frente e verso.

 

 

 

 

2.ª Dobra-se a meio e fica em tamanho A5.

 

 

 

 

3.ª Dobra-se outra vez a meio e fica em tamanho A6.

 

 

 

 

4.ª Dobra-se uma última vez, também a meio, e fica em tamanho A7.

 

 

 

COMENTÁRIO DA EQUIPE DA REVISTA UM CONTO:

Tem uma galera bacana de Portugal, responsáveis pelo Correio do Porto, que veio até nós pedindo algumas informações sobre nossa revista. Como curtiram nossa ideia, resolveram “desdobrar” nosso formato em terras lusitanas. O resultado é a revista A Bula.

§

Farmácias de Serviço:

Asa de Mosca

Biblioteca Pública Municipal do Porto – S. Lázaro

Duas de Letra

Intervalo

Livraria Utopia

Livraria Velhotes

DEIXE UMA RESPOSTA